sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Estados Unidos e os seus inimigos

Pensava há uns dias numa possibilidade que hoje parece altamente improvável, e que há um ano seria totalmente impossível. As tropas de Assad a lutarem lado a lado com os americanos. Os amigos e inimigos mudam de década a década, por vezes tornando-se exactamente o oposto em muito pouco tempo.

Depois lembrei-me desta imagem. O Presidente Reagan recebe os líderes Mujaheddin na sala oval da Casa Branca em 1983. Parece impossível não?



3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Pois, os EUA armaram estes guerrilheiros. Não foi para os livrar dos soviéticos? Enfim, mudam-se os aliados, de acordo com os tempos e as vontades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correndo o risco de passar por advogado do diabo, eu compreendo que em todos os cantos da terra onde quer que uma das superpotências estivesse, a outra ia a correr a armar e financiar os inimigos. Mas dado o histórico, deviam pensar duas vezes no que estão a fazer numa série de países...

      Eliminar